Fuja dos juros do financiamento para realizar o sonho da casa própria

O sonho de sair do aluguel pode estar mais perto do que você imagina. E o melhor de tudo: livre dos juros de financiamento. Já pensou em ter sua casa própria sem precisar fazer um financiamento de casa e com parcelas que cabem no seu bolso?

É possível realizar esse sonho através de um consórcio de imóvel. Aqui neste texto você conhecerá tudo sobre essa modalidade de investimento. Como funciona, benefícios e porque é muito mais vantajoso que o financiamento. Confira:

 

O que é o consórcio de imóveis

É uma modalidade que funciona como um autofinanciamento. Há um grupo de pessoas em que cada membro paga uma parcela por mês. Mensalmente, uma pessoa é sorteada e terá acesso a uma carta de crédito no valor do consórcio. Por exemplo, se o valor total é de R$ 160 mil, a carta de crédito disponível será nesse valor.

Não tem juros, apenas a taxa de administração. É bastante seguro e flexível. O que o torna bastante vantajoso para quem quer investir em imóvel, sem pagar a mais por ele.

 

O que é o financiamento de imóveis

Essa modalidade é feita diretamente no banco de sua preferência. Alguns tem taxas melhores, mas geralmente são altas. O funcionamento é bem simples: você fecha com o banco, passa por toda a burocracia, e o banco libera o dinheiro para você comprar sua casa.

Com o dinheiro do financiamento em mãos, você pode finalizar a compra da casa. Mas, há alguns pontos que precisam ser levados em consideração. Em muitos casos, o banco não libera 100% do valor. Isso significa que você terá que pagar uma entrada. Dependendo do valor da casa e da sua renda, essa entrada pode ser bem alta.

 

Como funciona a carta de crédito para casa

Durante o consórcio, ao ser sorteado, o membro tem acesso a uma carta de crédito. E, é com esse crédito que ele poderá fazer a compra do terreno ou da casa. No caso de imóveis, pode ser novo ou não. Desde que se encaixe no valor disponível.

A liberação desse dinheiro acontece da seguinte forma: após o sorteio, a administradora disponibiliza para o contemplado o valor do crédito. Mas, não faz a transferência para a conta dele. O dinheiro fica com a administradora. O sorteado escolhe a casa, faz todos os trâmites necessários e a administradora efetua o pagamento a vista.

Para quem quer comprar imóvel é uma boa alternativa, pois como o pagamento será à vista através de transferência, é possível conseguir um bom negócio. Inclusive, é uma boa alternativa para quem visa o lucro.

 

Consórcio ou financiamento: qual é o melhor?

A maior vantagem do financiamento, é que você terá acesso ao dinheiro logo que finalizar todos os trâmites burocráticos. E, terá até 30 ou 35 anos para finalizar o pagamento. Mas, existem vários pontos negativos:

  • O banco não libera 100% do valor do imóvel, sendo necessário pagamento de uma entrada;
  • Os os juros são altos demais, quase dobrando o valor real da casa;
  • Caso não haja o pagamento das parcelas, o banco poderá tomar sua casa;
  • A casa será do banco até o fim das parcelas.

 

Agora, o principal benefício do consórcio, é que ele não cobra nenhum juros. Apenas a taxa administrativa. Ao colocar na ponta do lápis, o custo final é muito menor do que o financiamento. Além disso, tem outros pontos bem interessantes e vantajosos:

  • É flexível em relação ao número de parcelas (tem grupos de até 180 meses);
  • O contemplado tem o valor total do consórcio para o pagamento à vista da casa;
  • É seguro para quem quer investir e manter o dinheiro protegido;
  • Caso não consiga pagar as parcelas, existe a possibilidade de sair do grupo;
  • Quem não quer esperar ser sorteado pode dar um lance.

 

Ou seja, o consórcio tem muito mais vantagem que o financiamento de terreno ou de imóvel. E a maior delas é não cobrar juros.

A maioria das pessoas opta pelo financiamento pela possibilidade de já sair com o dinheiro em mãos. Contudo, a longo prazo é um péssimo investimento. Se você possui uma quantia guardada, pode usá-la para dar um lance e conseguir a carta de crédito logo nos primeiros meses.

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário